As Principais Doenças De Veiculação Hídrica E Como Evitá-las

Essas doenças podem ser transmitidas a partir do consumo de água não tratada ou contaminada, exposição a esgoto a céu aberto e água parada, além da falta de higiene pessoal.

As principais doenças de veiculação hídrica são a giardíase, criptosporidíase, amebíase, gastroenterite, febre tifoide e paratifoide, hepatite infecciosa e cólera. Todas essas são doenças sérias que podem causar uma série de sintomas desagradáveis e, em alguns casos, até levar à morte..

De forma indireta a água também está ligada à transmissão de verminoses, como a ascaridíase, esquistossomose e teníase. Também está relacionada à dengue e à febre amarela, transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypt – que se desenvolve em focos de água parada em terrenos e residências.

A forma mais eficiente de evitar as doenças de veiculação hídrica é por meio do consumo de água potável, de boas práticas de higiene e de cuidados com o nosso entorno, evitando água parada e lixo descartado de forma incorreta. A falta de acesso ao saneamento básico também contribui para a transmissão e disseminação dessas doenças. Confira nossas dicas para se proteger!

post_01_01

1. Controle de pragas

Faça com frequência dedetização e controle de pragas em sua casa para evitar a proliferação

2. Não deixe água parada

Especialmente no verão, evite o acúmulo de água em pneus, vasos de plantas e outros locais para impedir a reprodução de mosquitos como o Aedes Aegypt, que transmite a febre amarela e a dengue, doenças que podem até levar à morte. 

3. Lave as mãos 

A higiene adequada previne uma série de males à nossa saúde. Por isso, lave muito bem as mãos depois de usar o banheiro e antes de ter contato com alimentos – doenças como a hepatite A podem ser transmitidas dessa forma. 

4. Higienize os alimentos 

A higienização adequada dos alimentos também é muito importante, por isso, antes de consumir frutas e verduras deixe-os de molho em uma solução de água com cloro ou vinagre. Alimentos frescos podem estar contaminados com ovos de vermes e parasitas do trato gastrointestinal. 

5. Consuma água potável 

Beba água limpa! Para evitar vários tipos de doença como a hepatite, a salmonela, infecções gastrointestinais, entre outras, consuma água mineral ou filtrada. Caso não tenha acesso à água limpa, use purificadores de água. 

6. Descarte o lixo de maneira correta 

A água contaminada pode ser porta de entrada para a amebíase, giardíase e a cólera, entre outras doenças. Para evitar que microrganismos se proliferem e contaminem o solo e as águas, descarte o lixo em embalagens apropriadas e no local correto, longe de rios e mananciais.